FÉREAS : CROÁCIA

IMG_0175
Moeda local que guardei para trazer, era a minha favorita.

Os textos, eles dizem o seguinte: dizem que Dubrovnik é uma cidade costeira da Croácia. É um dos destinos turísticos mais concorridos do Mar Adriático. Dubrovnik é conhecida como ‘a pérola do Adriático’ e ‘Atenas eslava’. É uma cidade rodeada de muralhas e fortificações, no sopé do monte de São Sérgio, que cai a pique sobre as águas do Mediterrâneo. As imponentes e bem conservadas muralhas – consideradas Patrimônio Mundial pela UNESCO – a arquitetura medieval e a paisagem do mar Adriático fazem de Dubrovnik um destino turístico singular.

‘Se querem ver o paraíso na terra, venham a Dubrovnik’ — George Bernard Shaw, 1929.

Se eu sei quem é George? Não. Se eu sabia o que tava escrito na Wikipedia? Não. Eu fui sem saber de nada. Sabia que tinha mar. Não sabia que era tão lindo. Sabia que a Croácia tinha bandeira de mesa de italiano, que o mapa parecia um camarão e que a cidade que eu ia era lá no final do rabo. Sabia que a Kuna, moeda local, era mais desvalorizada que o Real. Mas meu namorado sugeriu, sem também saber de muito. Mas depois destas férias, de uma coisa eu sei: que eu te amo, para sempre.

PORTANTO
Dubrovnik é uma cidade pequena, que vive do turismo durante oito meses. Nos outros 4 meses do ano ela fica vazia (palavras do taxista). Lá, todo mundo fala inglês. To-do mun-do, não importa aonde tu vá. Lá não existe cachorro, só gato. Gatos, em todos os lugares. Lá só existe 1 policial. Eu apenas passo a indicar esta viagem para sempre, principalmente para quem quiser descansar e sair do roteiro tradicional. Fique quantos dias quiser pensar em nada.

a) Locomoção
Ônibus, para todos os lugares. Compras o ticket nas bancas de revista próximas aos pontos ou em guichês, também nos pontos. Os ônibus são menores, comparados aos daqui, e com ar condicionado. Táxi use para ir e retornar para o aeroporto.

b) O que fazer
Vá a praia, vá para a cidade antiga, nas muralhas, coma muito e tome muito sorvete de limão sempre que encontrar uma sorveteria. É maravilhoso. A vida lá é maravilhosa.

c) Compras
Nada. Sim. Nada. Ou faça como eu e vá nas lojinhas de souvenir de tanto que amou seus dias e leve um pedacinho de volta. Recomendo (: No caso eu acabei de lembrar que trouxe também pedras da praia. A que ponto chegamos.

Seguem algumas das 2959645 fotos daquela semana, com mais detalhes.

VIAGEM

A cidade antiga, dentro da muralha (ou Dubrovacke Gradske Zidine), é gigante. Fica na parte baixa da cidade, Pile. Eu estava hospedada a uns cinco minutos de ônibus dela. Passas por uma ponte mesmo e um portão enorme e guardas. É lá que tu vais encontrar todo mundo, todos os tipos de restaurantes, com todas as suas mesas na rua ou ruelas, os museus, as lojas, igrejas, o porto, as casas das pessoas que moram ali. Inclusive freiras. Inclusive preciso dizer que estava acontecendo uma exposição de design e também do Salvador Dalí. Esta é a Placa (Stradum), a principal rua da cidade antiga e seu labirinto. Fomos lá várias vezes, de dia e de noite. Chegamos durante a noite, com um céu lindo e vento fresco.

IMG_0193

IMG_9459

IMG_0189

IMG_9431

Existe um passeio pela muralha, que dura em torno de uma hora. A pé, tu percorres a muralha, vendo toda a cidade antiga em seu miolo. Vale a pena, te dá uma visão diferente dela – as pessoas e barcos se transformam em formigas – da costa, do mar, além de ver quão impecável está a fortificação e tudo que lá existe.

IMG_0185

IMG_0188

IMG_9700

IMG_9697

IMG_9699

Na cidade antiga, existe um bar, escondido por uma portinha, chamado Buza. O bar fica cravado nas pedras da encosta e tivemos um por do sol privilegiado.

IMG_9499

Neste mesmo bar existe um hábito, as pessoas se jogavam no oceano. Aberto. Profundo. Eu amava aquelas pessoas. Eu amava assistir a cena. A cor dele é um azul que eu não sabia e não sei descrever. (Dizem que vai virar quadro aqui).

IMG_0187

IMG_9425

IMG_0186

As praias de Dubrovnik, bem, tu vais querer dormir por ali mesmo. A primeira que fomos se chama – veja só – Copacabana Beach, em Lapad, numa área chamada Babin Kuk (é o que vai estar escrito no ônibus que leva até lá). E não tem nada de parecido com a que a gente conhece. A dica foi de um funcionário do hotel. De águas transparentes, calminha, com pedrinhas e peixinhos, e uma vista linda da encosta e da ponte Dubrovnik, foi um começo e tanto. Possui bar, restaurante, chuveiro e trocadores no local.

IMG_9366

IMG_0192

IMG_9364

IMG_9441

A outra praia que fomos, chamada Banje, é a mais popular, no bairro de Ploce. É a praia mais próxima da muralha, portanto, quando chegas nela, antes de descer as escadas, a visão é esta:

IMG_9488

Lya, é photoshop.
Amiga, pega na minha mão: não é.
Eu vi isso e tudo o que está neste post com meus próprios olhos míopes.

IMG_0190

Esta é a vista da areia para cima. A vegetação e a arquitetura da cidade reunida.

IMG_9503

Lá tu podes alugar as cadeiras e o guarda-sol do BanjeBeach Club, além de garantir o almoço ali mesmo.

IMG_9498

A água das praias é extremamente salgada. Eu diria que é salgada pra caralho, haha. Eu não tinha um cabelo na cabeça, eu tinha um capacete. Eu e o Frank comemos muitos quilos de sal para conseguir tirar fotos em baixo da água. Isso é a gente rindo da nossa cara mesmo.

IMG_0204

IMG_0174

E foi em Banje, meu primeiro salto ornamental na água. Obviamente Frank não acertou o tempo da foto e só tem foto de mim recuperada depois de descer metros. Eu amei. Eu tomei coragem depois que duas crianças com cerca de 5 anos pularam na minha frente, já que eu estava demorando.

IMG_0201

A outra praia que fomos é em um espaço privado, chamado Coral Beach Club. Pega na minha mão.

IMG_9650

Gostamos tanto que fomos dois dias. Cabanas, esteiras acolchoadas, chuveiro, banheiro, trocador, bar, restaurante. Tu podes morar ali mesmo.

IMG_0191

Frank fez o sereio.

IMG_0172

Eu fiz a sereia. (Fino demais ter corrimão para entrar na água).

IMG_9770

Fiz salto ornamental nas profundezas.

IMG_9651

Fiz book subaquático.

IMG_0157

IMG_0203

IMG_0202

Uma outra dica é: alugue uma scooter. Muita emoção e desespero pelas ruas da cidade.

IMG_9749

Vou guardar tudo de lindo que vi e vivi. É claro que não queríamos ir embora. Mas a Alemanha me esperava. E eu esperei por ela por muitos anos (: