amour

HANEKE_2012_Amour_official_poster

Como não me arrisco totalmente em escrever uma resenha sobre, roubei de quem conseguiu. Acredito que a melhor definição tenha sido a de que o filme Amour é sobre uma trajetória terrivelmente honesta. Aqui, não espere o meloso romântico comum. Amour expõe dolorosamente o fim inevitável.

Como tenho pouca ligação com cinema, vi poucos filmes fora do eixo de hollywood, mas com os que vi, sabia o que encontraria neste de língua francesa: sensibilidade extrema (e muitas vezes, cruel). Ao que li, faz parte também da característica do diretor, Haneke. Amour traz através de cenas rotineiras, silenciosas, escuras, um realismo puro. E são nestes instantes que ficas preso ao enredo.

Não há trilha sonora, não há inúmeras locações, são poucos personagens. Tudo se passa no silêncio e na solidão presente na casa do casal (estes, atores incríveis, Jean-Louis Trintignant e Emmanuelle Riva, e eles bastam).

Não vou discorrer sobre a história, porque da mesma forma que assisti ao filme sem saber exatamente sobre do que se tratava, prefiro que quem não o viu (ainda) faça o mesmo. E eu recomendo assisti-lo.
O filme está aberto no site do Telecine Play (com legenda). A dica foi dada pela Letícia. Amour foi o vencedor do Oscar em 2012, como melhor filme estrangeiro.

Deixe seu comentário

5 comentários

  1. Débora Braga

    Eu vi esse filme na época que ele saiu e nossa… adorei!
    Como disse aí em cima, eu achava que era uma romance de velhinhos e ele me surpreendeu com a pura realidade. Na época até postei sobre ele e como ele me deixou meio que com um “medo” e de como eu sempre pensei nisso.
    Gosto bastante de filmes assim, que mostram realmente como são as coisas e esse mostrou de uma forma maravilhosa e muito bem feita, e linda!

    Beijo

  2. Camila Faria

    É um filme incrível e cruel, sem dúvida… assim como a vida.
    Gostei especialmente da relação difícil do pai com a filha, no meio de todo aquele caos… E os atores são excelentes!

  3. isa

    sou capaz de muita coisa nessa vida, menina, mas filme de amor de velhinho não guento nem UP.

    (e finalmente tomei coragem pra comentar aqui. oi!)

  4. Carol

    Chorei tanto nesse filme. Filme com velhinhos pra mim é sacanagi, é triste, é perturbante, é lindo. :~

  5. natalie

    desidratei assistindo, apenas.